17 de jun de 2010

Dead Shall Rise: toda a brutalidade no Hangar Bar

Por Vito Cuneo

Noite fria, mas sem garoa. Pois é, não estamos repetindo a cobertura do evento de sexta-feira, mas é que o frio continua e mesmo assim o Hangar Bar esteve cheio, mas por um motivo óbvio: as bandas, Flesh Gringer, Necroterio, Terrorgasmo, Offal e Crunch Delights, que se apresentaram, tem muita história e atitude para tirar o povo de casa, seja com frio, calor, chuva, ou seja o que for mais trágico.



Crunch Delights -------------------------------------------



Por volta das 23h10 a banda Crunch Delights iniciou a "brincadeira" da noite. Numa conversa rápida com os caras, me disseram que esse foi o primeiro que fizeram, o que ficou claro durante a apresentação, pois tocaram exatos 20 minutos, nada que tire o crédito dos garotos, mas como o próprio baixista Yuri Giacomelli disse ao final do show: "Nosso setlist é curto devido ao tempo de banda, esperamos por mais shows para mostrar nosso trabalho". A banda é um powertrio, que se garante em cima do palco. Já começamos a noite com nível alto. Como já disse, o curto Setlist foi:

Intro
S.T.U.P.R.O.
Harrison Faustin
Terrorismo
Country Sore
Diarreia
Castrated by a Cleaver
Corja Pestilenta
Asco de Infecto
Prazeres da Trituração
Genial Grinder (cover do Carcass)

Confiram mais no Crunch Delights - www.myspace.com/crunchdelights



Terrorgasmo -----------------------------------------------



Na sequência, ninguém menos que o Terrorgasmo. Galera, o myspace dos caras não é nem 1% do que os cara fazem em cima do palco. O nome "Terrorgasmo" é levado a sério, a banda também é um powertrio, que na verdade valem por 5, pois o batera "berra" e tem uma guitarrista, que mostra bem a fúria e insanidade do som Gore, um vocal insano completa a formação. Falta um baixista, assim o som ficaria mais paulada ao vivo. Bom, sobre o show, podem tirar onda comigo, eu aceito e assumo, fiquei espantado com o barulho deles. Confira o Setlist:

Gozando em suas tripas
Pensamentos sórdidos
Interbares
Menstruação corrosiva
Metanfetamina, pode ser ?
Glamour grotesco
Surto psicótico
Casinha de sítio
Putre"fashion" week
Foda-se tudo apenas a perversão




Offal -----------------------------------------------------



A terceira banda da noite foi o "HORROR-OBSESSED OLD-SKULL DEATH METAL" do Offal. Nenhuma surpresa. Os caras mandam bem. Já tive o prazer de conferir outros shows da banda e sempre com bom nível. Destaco a produção da banda, durante o show, pois rolava no fundo imagens do vídeo da banda. Conversei com o batera Eduardo Tobe, o mesmo me contou que as letras são inspiradas em filmes, estilo "cine trash". Ótima idéia. Isso mostra o potencial das bandas daqui, algo que não pode parar. Confira o setlist:

Offal
Anal-thorized Autopsy (They Reign Supreme Forever!)
The Spew
Putr-essence
Trial of the Undead
Feasting on Excrements
Charred Remains / Gasping for Air / Twisted Mass of Burnt Decay / In the Grip of Winter (Cover Autopsy)
Festering Rectal Sludge - Disgorgement
The Eyegouging
Onslaught of Dismemberment
Sick as Fuck (Dan-mented)
Torso
In Nephritic Blue (Cover Haemorrhage)
W.H.O.R.E.
Death's Curse
The Cold Grips of Death
I Shit (You Eat!)




Necroterio -------------------------------------------



Madrugada a dentro e o frio mais intenso, sobem ao palco os caras do Necroterio. É uma pena, uma (ótima) banda ficar tanto tempo sem fazer shows aqui. A última vez foi em 2008, quando o vocal Andre Mauad assumiu os vocais, pelo evento Curitiba Underground. No começo do show a guitarra estava mais baixa, mais que o próprio baixo, mas nada que estrague o show do caras. Logo foi resolvido para que todos entrassem em choque com o barulho. Na minha opinião, Necrotério foi o auge da noite. Conversando com o guitarra Sabugo, não tive como não fazer elogios. Ele comentou que a banda esta "capengando". Fica aqui meus sinceros elogios e força aos caras, que não podem parar. Sou suspeito, pois curto o som dos caras há tempos, mas numa rápida comparação, (nas devidas proporções). Eu gosto de mulher e futebol, mas não admiro e aprecio todas as mulheres e todos os times [..] E para um bom entendedor meia palavra basta. A organização do evento (Hamilcar - Dammar 66) está de parabéns, pois conseguiu reunir bandas de extrema qualidade, tanto que isso chamou muito atenção do público. Fica aí o recado em especial ao Necroterio, além de outras bandas que estão surgindo. Destaque para as músicas Gory Days e Dying inside of Death. Bom, confira o setlist do caras:

El Carniceiro
Burning in Ignorance
Gory Days
Tears, Angush and Pain
Putrid Glory
Handcuffs
Laceration of Emotions
Dying inside of Death
Despertar
Repressing ..
Visisons
Elemental

Antes de encerrar os comentários sobre a banda, anúncio que fiz uma entrevista com o vocal Andre, a qual será publicada em breve.

Mais do Necroterio - www.myspace.com/necroterio



Flesh Grinder ----------------------------------------------



Para fechar a noite, matando a pau, ninguém menos que os catarinas do Flesh Grinder, um puta som, puta show. Pra fechar com "chave de ouro". Foi o show mais longo da noite, mas merecemos. Por incrível que pareça, a casa estava mais cheia no show dos caras do que no começo da noite. Destaco do som apresentado, o de abertura “As the World Bruns” e “Necrophagia”, e da fase Death metal da banda, nas músicas como “Embolia”, “Crematorium” e “Ophtalmologic Lacerations”. Confira o setlist:

As the World Bruns
Necrophagia
Splatter
Homo Sapiens low Calories
Aroma of an Open Gall Blader
Special Pus Sauce
Ureoplasma
Granulomatous Inflamation
Sapiens Burguer
Embolia
Crematorium
Ophtalmologic Lacerations
Illegally Practicing Medicine
Trash Nausea Total
Acute
March of Sod
Sargent d and the Sod

Para finalizar, mais uma vez quero deixar meus elogios, as bandas e à organização. É um orgulho conferir shows das bandas que já fizeram tour pela Europa e de bandas que estão começando e se empenham em mostrar o som.

Nenhum comentário:

Postar um comentário