12 de jul de 2010

Vocalista do Guardians of Asgaard fala do fim da banda

Por Jéssica Casellas

A banda Guardians of Asgaard, cover de Amon Amarth, teve início no final de 2008 com o nome de Kvasir Blood e no meio de 2009 mudou para o nome atual. A formação passou por 3 bateristas e dois guitarristas e chegou a se apresentar no Spirit of the Forest. Depois de cancelar a participação no Festival do Dia Mundial do Rock, em cima da hora, o vocal Rick Eraser conta o que houve e anuncia o fim da banda.

Jéssica Casellas: O que levou o fim da banda? Quem tomou essa decisão?
Rick Eraser: Chegamos a um ponto que tivemos muita incompatibilidade de horários e começou a ficar complicado ensaiar. Devido a isso resolvemos finalizar a Guardians. O grupo resolveu tomar essa decisão. Sentamos e conversamos se continuaríamos ou iríamos parar de tocar, e ficou decidido parar de tocar.

JC: Mesmo depois do Spirit of the Forest vocês estavam compondo canções próprias. Não pensou em lutar pela banda?
RE: Sim, nos estávamos com algumas músicas sendo feitas, mas com isso acabou ficando complicado. Foi uma difícil decisão, mas acredito que foi a melhor que poderíamos tomar.

JC: Muitas bandas sempre mudam de formação. Você acha que algum dos integrantes poderiam dar continuidade a Guardians?

RE: Pelo que conversei com o Ancalagon ele estava querendo continuar a banda com o Andre, se eles vão continuar mesmo a banda só o tempo irá dizer, mas eu ficaria muito feliz ver a Guardians com uma nova formação e tocando.

JC: Você tem planos de entrar em outra banda mais para frente?
RE: Eu estou em negociação com outra banda para assumir os vocais! Vamos fazer um teste e ver se eu me encaixo no perfil dessa banda (no sãbado, ele confirmou à equipe do Arquivo Metal CWB, que realizou o primeiro ensaio com o Hybrid Creation).

JC: Obrigada Rick. O Arquivo Metal CWB agradece.

RE: Obrigado a vocês que fazem o melhor pelo Metal de Curitiba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário