17 de nov de 2010

1º Encontro Bateristas de Curitiba: Fernando Rivabem

Por Vito Cuneo (modificado)

Organizado por Guima Scartezini (Guimadrum) o 1º encontro de bateristas de Curitiba começou em alto estilo, como Jazz de Fernando Rivabem. Ta certo, alguns já devem estar questionando, “Jazz não é metal, o Vitão pirou!”. Na verdade não, digo, sim, jazz não é metal e eu não pirei. Primeiro por se tratar de um workshop, sendo a primeira edição com esse nome e formato o Evento merece atenção, segundo, bateristas sendo de metal ou não merecem um evento desse porte.

Fernando Rivabem

Exatamente as 19:30h, com 1 hora de atraso devido aos problemas com o transito, começa a sonzera do Jazz com Fernando Rivabem e banda. Mas antes, não posso esquecer de falar do vídeo de abertura, com narração do próprio Guima sobre a paixão pela bateria, videozinho bacana, em que o narrador citou os vários tipos de bateras em seus estilos e narrou com paixão a admiração que temos por esse instrumento. Mas voltando à atração principal da noite, admito, som é de arrepiar, tanto para assistir quanto para tocar (eu já me atrevi 2 vezes e vi que o negocio é bom), ainda mais quando a banda toca o que gosta, que é o caso do Fernando. Durante as musicas, o próprio musico, dava dicas de como tocar, como fazer um som marcante e bem alinhado, e também, respondeu algumas perguntas, como em relação a afinação e timbragem da batera para o Jazz. Enfim, uma aula de batera do ritmo. A banda do cara também merece destaque, mesmo que as atenções estivessem no batera, (o que é obvio) pudemos assistir um bom jazzshow.

Destaco também o ambiente, “O teatro Barracão em cena” tem uma boa estrutura, atendendo ao publico com conformo, além de estar em localização central.

Nossa próxima parada é na quinta feira com performance e Workshop de Rodrigo Oliveira da banda Korzus. O tema: Técnica de 2 bumbos e pedal duplo. Metrônomo, microfonação, gravações e turnês. Dicas de como escolher seu equipamento.



Um comentário:

Anônimo disse...

massa!!! esse ano não deu para ir, mas se tiver mais com certeza eu vou...

Postar um comentário