2 de ago de 2010

Resenha: Faces of Hate (vol. 2)


Por Vito Cuneo 

Enquanto as bandas curitibanas trabalham para lançarem seu material a Tornhate Records, lançou, no mês de abril deste ano, a coletânea "Faces of Hate vol.02". Essa é a segunda coletânea, no formatado web, disponível em download no site da produtora http://www.tornhaterecords.com/compilation.htm. No site contém o vol.01 também. Esse CD contém a parceria com Metal Militia Web Radio.

Sobre a produção, são 15 bandas entre Thrash, Death  e Black Metal. Particularmente, eu não conhecia a maioria das bandas, na verdade só 4 bandas, (Sacredeath, Redtie, Waking of Darkness e Soul Crusher). Bacana que conheci bandas novas e gostei do que ouvi. Percebe-se que a produtora estabeleceu alguns critérios para manter a qualidade da coletânea, isso da muitos créditos ao selo. Em resumo, uma ótima iniciativa para produzir e divulgar a cena metal de Curitiba, apesar que nem todas as bandas são curitibanas, o que chama mais atenção para iniciativa, pois leva o nome de bandas curitibanas para outros estados. 

A arte gráfica também merece destaque, ficaria melhor se rolasse uma versão impressa, mas como já relatei, foi opção da produtora fazer em versão Web, com downloads livres. Estão de parabéns e espero pelas próximas.

01. "Extracting All That is Inside" - PILE OF CORPSES. Banda paulista, executa um death metal, horas parece um thrash metal. Som porrada, isso que importa. Excelente escolha para banda de abertura. vocal gutural, que lembra o Corpse grinder (Cannibal Corpse), mas com personalidade própria.

02. "Institutions Down" - RED FRONT. Também banda paulista e também na mesma linha, entre Death e Thrash metal, com um diferencial no vocal, horas gutural e horas limpo. Som de personalidade. Como baterista destaco pedal duplo, gosto de músicas que a guitar e batera estão alinhadas. Na minha opinião, é uma das surpresas do CD.

03. "Confined Within Hollow" - AVOID THE PAIN. Banda mineira, também na linha entre o thrash e Death metal e também de muita qualidade. Gostei da linha de guitarra, com riffs que grudam da cabeça, imagino ao vivo, pois é o tipo de música que não deixa ninguém parado.

04. "Murder" - SPREADING HATE. Mais uma banda paulista. O som me lembra, bandas atuais de Black e Death metal, tipo o Children of Bodom. Não gosto de rotular as bandas, pois no Myspace do caras, o gênero está "Metal". Resumindo é um som bem executado e interessante, os instrumentos estão bem encaixados, guitar e batera. Essa banda tem futuro.

05. "Punishment of Gods" - SACREDEATH. Banda da casa, sim, de Curitiba. Som segue no mesmo estilo até agora, (meio ao Death e Thrash metal), mas o vocal tem muita influência de Black metal. Já escutei o som da banda, mas tinha escutado essa música. Até agora, foi o melhor trabalho das guitarras, com solos rápidos, o trabalho do batera também é marcante, bumbo duplo cadenciados.

06. "Difunto Podre a Serviço de Satã" - ABUSO VERBAL. Mais uma banda da casa, mas com um diferencial. O vocal é em português. Seguem na linha do Black metal, sombrio. No final da música tem citações do vocal. Nunca tinha ouvido falar na banda, foi uma surpresa saber que são de Curitiba.

07. "Face to Face" - REDTIE. Mais uma banda curitibana, e que Banda. Não sei o que falta para o Redtie estourar?! A música é bem trabalhada, mostrando que é possível fazer música rápida e pesada, sem acelerar o tempo. O Redtie é um belo exemplo disso. O vocal é o mais interessante, não sei porque, sempre que escuto, acho que vai começar um vocal tipo Chuck Billy (Testament), mas o vocal da banda está bem, assim como o batera, que trabalha muito bem.

08. "Burn the Witch" - NECRONATION. Para mudar um pouco a região, uma banda Catarina, para ser mais exato de Rio Negrinho. E também para mudar o estilo até então apresentado, uma banda mais clássica, sem muita mistura. Som é enraizado no Thrash metal, que lembra muito as bandas dos anos 80. Mas sem deixar nada a desejar, bumbo duplo, guitarras com agudos e a principal característica, o vocal meio grave, pensei que estava escutando um Exodus, mas, sem sacanagem, curti o som. Sou suspeito, pois curto o som Thrash, por isso mesmo elogio o som desses caras. No meio da música rola uma inversão, parece que começa outra música, muda o tempo e os riffs, algo no estilo, pois geralmente bandas thrasher, seguem a formula tupa-tupa no tempo 4 x 4.

09. "Living Through This" - HELLCOME. Voltando à terra do pão de queijo, mais uma banda de som extremo de Minas. Também voltamos ao Death Thrash metal. Som rápido, pesado, com pequenas partes cadenciadas, interessante. Essa é mais uma banda que fiquei curioso para ver ao vivo.

10. "Warriors of the Wasteland" - DISCORDIA. De São Paulo, uma paulada. Como o nome intitula, "Discordia". Mas pelo lado positivo, pois o som é redondinho. Me arrisco a dizer que seja a banda mais extrema da coletânea, pois o batera massacra, muito bumbo duplo e blast e viradas rápidas. A música mistura muitos elementos, animal. Som para arrumar briga com os vizinhos, ta aí a dica.

11. "Same Old Story (S.O.S.)" - SARKAUSTIC. Mais uma banda paulista, mas um som mais clássico. O vocal me lembra “Anthrax" e batera tupa-tupa. Gostei, indico.

12. "World of Shadows" - WAKING FOR DARKNESS. Mais uma banda da casa, na verdade os caras são do município de 4 Barras. Executam Black metal, daqueles undergrounds e sujo, sem ofensas.

13. "Deform the Misrepresentation of Phenomenae" - ANCIENT DEAD (sem informação do local). Mais uma banda de Black metal, com características parecidas da banda acima. Som me soa underground e sujo, mais uma vez, sem ofensas. Ambas as bandas contribuíram para diversificar a coletânea, mantendo a qualidade e atitude.

14. "Urban Chaos" - SOUL CRUSHER. A penúltima banda da coletânea também é curitibana e de Thrash metal. Som rápido, direto e com algumas partes retas. Bem gravado, destaco a batera com os bumbos duplos, a segunda metade da música é perfeita para galera bangear, ta aí a dica. O vocal é sujo, lembra em partes o Obituary. Esses caras tem futuro.

15. "The Impaler" - IMPALEMENT IN MORDOR. Para fechar o CD, mais uma banda mineira, de som extremo, com um death metal. Segue a linha das bandas que já foram comentadas. Guitarras com riffs harmônicos e agudos, a batera com partes "bate estaca". Violento, perfeito para fechar o CD.

Galera, deixo a dica, para os interessados, procurem mais sobre as bandas na internet, todas as bandas possuem Myspace ou site.

10 comentários:

Jefferson verdani disse...

Legal a materia, e a coletânea muito bacana, tanto quanto à primeira. Melhor ainda falar da iniciativa, pois é um material muito bem feito pela Tornhate.

Queria falar de outra coisa: Eu, baterista da Soul Crusher, sinto muito em dizer que a banda está parada. Para mim, a materia serviu como um incentivo, mas infelizmente as cosias não são tão faceis.

Vitor disse...

Velho, eu tb tenho banda.. conheço essa situação.
Boa sorte!

Giovanni disse...

O que eu tenho que falar pro meu comentario não ser deletado? Só pq eu acho que o Spreading Hate é a melhor banda da coletanea meu comentario é deletado?

Anônimo disse...

Otima coletania! Otimo material!

Não somento o Spreading Hate mas todas as bandas são mto boas!

Guilherme Carvalho disse...

giovanni, nao sei se entendi bem, mas parece que vc reclmou de ter comentários seus deletados. posso assegurar que até hoje não apaguei nenhum comentário feito no site. pode ser que tenha havido algum problema técnico. se for o caso, desculpe o transtorno. o espaço aqui é aberto sempre, tanto a elogios como críticas.

Tersis Zonato disse...

O link está quebrado. O correto é: http://www.tornhaterecords.com/compilation.htm

Baixei o primeiro, vou ouvir esse também.
abraço

Giovanni disse...

Bom, sei lá, eu comentei uma parada, enviei e ela apareceu na pagina.. enfim.. parabens as bandas anyway

Guilherme Carvalho disse...

tersis, valeu.
link corrigido.

vitinho disse...

pelo amor...essa waking the darkness e horrivel. eh a banda do prof. anus?

Fábio disse...

Confirmando: banda ANCIENT DEAD é de São Paulo.

Postar um comentário