15 de fev de 2011

Darma Khaos prepara novo material para 2011

Se você ainda está enterrado nos anos 80 e 90, tocando os mesmos discos na mesma vitrola. Me desculpe, a Darma Khaos seria um insulto aos seus “códigos musicais”.
 
Nascida em Minas Gerais em 2003, a banda brasileira Darma Khaos é conhecida pelo instrumental pesado, vocal agressivo e letras explícitas. Para os críticos já surgiram alguns rótulos , mas na verdade o o quarteto faz é misturar New, Trhash e Death metal á influências genuínas da banda.
 
Com uma demo lançada em 2004, que rodou vários países, a Darma Khaos chegou a ouvidos notórios e arrancou elogios de astros internacionais (Corey Taylor e Steve Harris) que puderam ouvir suas músicas em pré-estréias de seus shows. Logo a banda deu à luz o seu primeiro trabalho: “Marionettes” que foi pretendido pela Universal Music, mas continuou independente devido a burocracia musical dos dias de hoje.
Com o álbum em mãos a Darma Khaos organizou  duas turnês: uma Sulamericana e outra Sul-Sudeste do Brasil, divulgando a rebeldia e insanidade das músicas, conquistando novos “Khaóticos” (fãs da banda) e  abrindo espaço na mídia “extra web”.
 
Músicas até então consideradas “underground” como Marionettes e Jesus Inc. começaram a ser tocadas em rádios e webradios em alguns estados do país.
 
Grandes shows surgiram na agenda da banda que no início cobrava apenas doações beneficentes para ONGs como cachê, vários com bandas internacionais que são referências para os integrantes.Assim os contatos internacionais começaram a crescer e o quarteto passou a ter um fã clube modesto no México, músicas divulgadas na Califórnia, E.U.A e alguns países da Europa, o que resultou no primeiro contato internacional a Selo a Norte Americana D.W.M.C.
 
Hoje, com o single “In Shades” a banda mostra uma nova característica musical, os acordes mais tensos, as letras mais obscuras e o que era insano agora é visceral, a Darma Khaos prepara uma nova bala no peito daqueles que estão sedentos de ódio e com o grito entalado nas cordas vocais. Um novo trabalho, ainda sem título sai em 2011.
 
Com certeza muitos não compreenderão as reais intenções da banda, e em qual terreno a banda estacionou o seu estilo musical. A resposta com certeza seria: _ A Darma Khaos não para em lugar algum, o instinto de liberdade é que move este quatro caras.
 
“Não queremos falar de mortos-vivos ou desastres nucelares, respeito quem faz isso, nosso negócio é falar da realidade, falar dessa sociedade mentirosa e vazia, a cada dia mais voyeur e alheia, nós queremos falar daquilo que os pais não tiveram coragem de nos contar”. diz Lougas Rawlly.

Nenhum comentário:

Postar um comentário