24 de dez de 2012

Motorocker e o show no dia em que o mundo não acabou

21 de dezembro, o dia em que o mundo não acabou, John Bull apresentou Motorocker com um super show e muitas novidades. Começando pelo lançamento do single "Estação das Almas", também o retorno do Tomarock Band aos palcos, tudo isso com casa cheia, muitas garotas e muito rock n' roll.

Antes mesmo do show começar, bem na hora do "toró" que caiu em Curitiba, Roniel Iunckovski, membro da Loja V8, de miniaturas de automóveis customizadas com desenhos das bandas de rock, já ocupava as instalações do John Bull, além de ser uma fonte de renda, é uma ótima atração para um show de rock em Curitiba.

Por volta das 23 horas, Tomarock Band fez sua "reestreia" nos palcos. Depois de uma longa pausa em 2012 e com mudanças na formação e no visual também, a banda começou a noite tocando grandes clássicos do Rock. Agora quem assume os vocais é Alysson de Foz do Iguaçu. Numa rápida conversa com a banda, João (guitar) revelou que após a saída do antigo vocal, eles queriam colocar alguém com personalidade como front-man, tiveram algumas propostas de vocais da cena, mas estavam decididos a manter a qualidade junto com uma personalidade do Tomarock, sem começar uma concorrência com outras bandas de cena. A novidade sobre o visual é o novo corte do João, (guitar). Banda tocou clássicos das melhores banda de rock, como Scorpions (Rock like a hurricane), Kiss (Love Gun), Deep Purple (Black Night e Burn), Black Sabbath (The Wizard), Led Zeppelin que nem o próprio "The Nobs" executa (The Rover), Nazareth (This flight tonight) e até um cover instrumental do Iron Maiden (Transylvania), pra fechar uma própria intitulada "Colonia Penal Blues".

A 00:15h é a vez dos malarias dominarem o John Bull, Motorocker carrega uma legião de fãs, e o single "Estação das Almas", justifica todo esse apoio. A pegada ao vivo é melhor que o som no cd, isso não é uma crítica, mas sim um elogio, pois a tendencia é da gravação ter uma melhor qualidade do que o som ao vivo. Começaram o show com "Pegada Seca" e "Sodoma ou Gomorra?", ambas desse lançamento. Na sequência tocaram vários clássicos, como "Rock na Veia", "Igreja Universal", "Acelera e Freia" e até um cover, muito bem executado de "Aces of Spades", que dispensa apresentação. A idéia de fazer um show de lançamento, com ingresso e cd no mesmo valor de entrada é mais um ponto positivo para a banda, Motorocker representa muito bem a cena rock curitibana, claro que com apoio de um fã clube que a banda conquistou, e ainda conquista, a ao longo dos anos.

Parabéns ao Motorocker por mais um lançamento e por mais um grande show. Agradeço em especial a Andrea Stremel, produtora da banda pelo espaço cedido ao Arquivo Metal.




A equipe do Arquivo Metal CWb deseja Boas Festas à todos e 2013 de muitas realizações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário