16 de dez de 2010

Resenha: "Showdown" do Rusty Rail

Uma grata surpresa é o que se pode dizer do disco "Showdown", lançado recentemente pela banda Rusty Rail, como um CD promocional para divulgação do trabalho. Com um hard/heavy envolvente, bons solos de Eduardo Sartori (guitarra), sem muita firula, os riffs de Jean Michel (guitarra), o baixo bem marcado de Rodrigo Sullivan e a voz de Fernando Chordeir, a banda vem recebendo elogios não apenas pelo trabalho de estúdio, mas principalmente no palco. 

Aliás, quem ouve o CD e assiste os caras ao vivo, percebe algumas diferenças, a começar pela bateria, que está agora a cargo de Tiago Mussi, enquanto que no CD o trabalho foi gravado por Rood Avancini. Uma diferença marcante é quanto ao peso das músicas. O CD, sem dúvida, está mais leve.

A música de abertura traz o nome da banda. Excelente solo de guitarra, com coro marcante. "Loaded guns spitting fire", segue na mesma linha da música que dá vontade de balançar a cabeça e fazer a marcação com os pés. Destaque também para "Budweiser Jack", de riff marcante, lembrando em muito as hardeiras dos anos 80. O disco também conta com outras duas faixas: "Drinking glass of tequila" e "Two thousand miles", fazendo a linha mais balada com violão.

Este belo trabalho, produzido por Saulo Trada e com apoio de Marco (Nose) e Luciano Montipaz, é um excelente produto underground para mostrar porque Curitiba é um cena criativa, original e com bandas de excelente qualidade que, se manter a pegada, tem tudo para estourar. 

O trabalho também pode ser conferido no site da banda: http://www.rustyrailband.com

Um comentário:

Anônimo disse...

a banda é boa mesmo, ainda quero ver ao vivo, não tive oportunidade

Postar um comentário