18 de fev de 2011

Review: CWB Thrash Zone Ato I



Sábado passado (12/02) aconteceu a primeira parte do evento CWB Thrash Zone no Auditório do Largo, local que é bem conhecido do público mais velho e estava “desativado” até pouco tempo atrás. Para o primeiro ato foram chamadas umas das melhores bandas da cena thrash de Curitiba: Crusher, Terrorzone e Rejection (banda cover de Pantera, a qual o público comum considera thrash, mas os thrashers não). Confira o primeiro ato:

Crusher -------------------------------


Para a primeira apresentação da noite teríamos o Cruhser, banda que vem surpreendendo o público cada vez mais por conta da fidelidade ao thrash oitentista. O destaque do show foi para o público que fez o mosh em níveis diferentes (para quem não sabe o auditório não é plano e é repleto de degrais). O setlist foi curto, mas repleto de músicas agitadas. Destaque para a clássica Revolution in my Mind e a cover Troops of Doom.

Setlist:

-Evil Impact
-WxAxRx
-666 House
-Violent Attack
-Troops of Doom
-Revolution in my Mind
-Black Toxic
-Kill or Die

Terrorzone -------------------------------


A segunda cena estava para começar e a atração principal seria o Terrorzone, que está próximo de completar 5 anos de existência. As músicas da banda se concentram principalmente em temas políticos e críticas sociais. O show foi muito agitado, interrompidos apenas pelas explicações de Gustavo Costa acerca do conteúdo lírico de cada música. E o mosh em níveis estava lá novamente, além de stage dives insanos. O setlist desenvolveu-se nos dois EPs lançados e em músicas que não foram lançadas em CD algum ainda, destaque para as alucinantes D.N.B.I.T.F.L. (Do Not Believe in Their Fuckin’ Lies) e In the Name of Vanity.

Setlist:

-Inferno
-Destestation
-Insanity Arise
-D.N.B.I.T.F.L.
-Hell is Here
-In the Name of Vanity
-No Longer as Slaves
-Kicking Ahead

Rejection -------------------------------


O Rejection dispensa qualquer comentário, a banda já é a queridinha da maioria dos curitibanos; e quando toca, temos a certeza que a apresentação será violenta e empolgante. Dessa vez não foi diferente, teve até menina fazendo stage dive (com um final não muito feliz).

O setlist apresentado foi:

-Slaughtered
-Domination
-This Love
-Strenght Beyond Strenght
-New Level
-Walk
-Goddamn Eletric
-I'm Broken
-Revolution is my Name
-5 Minutes Alone
-Yesterday Don't Mean Shit
-Cemetary Gates
-Cowboys from Hell



Um comentário:

Vito Cuneo disse...

Valeu, Robmetal viado!

Postar um comentário