17 de abr de 2013

EXTREME METAL MADNESS: Primeira edição do fest reuniu quatro grandes bandas da cena local

Rolou no sábado 13/04, no Espaço Cult, a primeira edição do EXTREME METAL MADNESS, evento que reuniu quatro bandas locais de black e death metal: Imperious Malevolence, Doomsday Ceremony, Blackmass e Imperium of Iblis.



A casa abriu 22hs, mas o público começou a chegar mais perto das 23hs. E pouco antes da primeira banda iniciar seu show, um bom número de pessoas já aguardava pela pauleira extrema que viria a seguir, o que garantiu bom público já no início do evento..

Quem iniciou os shows foi o Blackmass, com uma intro operística e soturna. Os caras mandaram um set direto, sem enrolações. Seu som tem algumas influências de Gorgoroth, Dark Funeral e bandas dessa geração. As músicas têm andamento moderado – não são rápidas demais, mas não chegam nem perto de serem lentas – sempre lideradas por riffs e bases de guitarra simples e certeiros.

Na sequência o Imperium of Iblis, a mais nova das bandas em questão. Os caras mostraram um som mais moderno que o habitual na cena local, com boa performance e boas músicas. Influência de bandas como Behemoth, Belphegor podem ser percebidas durante as músicas. Com este show os caras marcaram o lançamento de seu primeiro CD, intitulado “DCLXVI Veni Omnipotens Aeternae Diabolus”.

O Imperious Malevolence mandou um set matador, mostrando que a nova formação está afiada e sedenta por sangue. Músicas como “Arquiteto da Destruição” – velha conhecida da galera – e “Antigenesis” – essa mais recente – fizeram a galera movimentar os pescoços. Death metal brutal e desgraçado, com destaque para os momentos em que os vocais de Alexandre e os backing vocals de Danmented se únem, criando uma sonoridade bem interessante, que enriqueceu o resultado final. A faixa Doomwitness – para a qual a banda gravou clip recentemente, A celebração foi encerrada com o show da Doomsday Ceremony, que chamou a atenção do público com seu heavy/black metal. As músicas da banda tem muitas melodias e refrães marcantes, além dos excelentes solos de guitarra. Quem conhecia a banda ficou pra ver. E foram muitos os que ficaram. Algumas músicas – como Vampire Saga e Black Heart – tiveram seus refrães cantados a plenos pulmões por parte do público.

Entre os shows foram exibidos no telão do Espaço Cult uma série de clips de bandas curitibanas, como: Amen Corner, Division Hell, Axecuter, Necropsya, além do clip do próprio Imperious Malevolence, para a música “Doomwitness”. Excelentes bandas locais, público presente, ótima qualidade de som e espaço confortável. Até tempo o ajudou!

Vale destacar a camaradagem entre as bandas. Quase todos os membros de todas as bandas ficaram até o fim do evento e prestigiaram o show de seus brothers, atitude meio rara por estas longínquas terras, mas que deveria ser corriqueira. Ficamos agora no aguardo da segunda edição do evento.

Matéria original CWB Underground

Nenhum comentário:

Postar um comentário