5 de dez de 2012

Choke lança novo álbum

A banda Choke está na estrada há tempos! Desde a primeira demo tape "Dicktatorshit Holocaust from Third World" até hoje, já são mais de 10 anos.

Com som pesado que mescla hardcore e metal e letras voltadas à temática política-social-cultural da região latino americana, não é a toa que a banda curitibana é uma das bandas brasileiras mais conhecidas em nosso continente.

Em 2001 o Choke lança "Manifest", um split cd com a banda STN (Jethro Songs). Em 2003, lançam pela gravadora MNF Music o disco "Slum Radio", produzido e gravado por João Gordo (Ratos de porão) em São Paulo, no estúdio Mr. Som de Marcelo Pompeu (Korzus).



Para ouvir as musicas, clique aqui


Disco produzido por JoãoGordo. Esse trabalho, que contou com as participações de Doze (Pavilhão 9) e da bateria dos Fanáticos (torcida do Atlético-PR), abriu definitivamente as portas do mercado nacional e internacional para o Choke. A banda entrou em turnê por todo o Brasil e também por Argentina, Chile, Uruguai, Bolívia e Paraguai, período no qual se tornou a banda brasileira que mais show realizou na América do Sul.

Em 2008, o Choke lança novo disco, "Manifest From Sudamerica", tendo como inspiração a luta e cultura do povo latino americano. O disco foi produzido pela própria banda e lançado pela gravadora Akracia Records no México e pela Tempo do Som no Brasil. Esse disco teve excelente repercussão em países como México, Bolívia, Argentina e Brasil.

Recentemente a banda tem se dividido entre shows na América do Sul e ensaios visando o lançamento do novo disco "Latino Revolution", gravado e produzido em Curitiba por Virgílio Milleo no estúdio Audio Stamp, e que será lançado pelo selo Top Music Brazil.

André Cirino, Fausto Bortollotti, Ottavio Lourenço e Tony Martins
“Latino Revolution” é um disco direto e com muita identidade sonora, com letras em sua maioria em espanhol, divagando sobre o universo Latino Americano, sendo influenciados por nomes como Eduardo Galeano, Andrea Echeverri, Subcomandante Marcos, etc.

Mas, Curitiba não fica fora dessa mistura, pois as composições também se baseiam em suas experiências locais.  Toda essa "fusão" está bem à mostra em faixas como: "Piá" e "La Mezcla" que têm a participação do grupo Hip Hop Ragga curitibano Mocambo.

Texto original Bronco


Nenhum comentário:

Postar um comentário